Visão celestial – O Legado

Algumas vezes, eu acordo, me levanto, passo pela porta e me pego pensando em você.
Penso no dia que minha ira será dona da minha razão.
E não sei se quero controlá-la.
Se isso é bom ou não, nem quero saber.
O importante é ter você vingada, não importa o que custará.
Recolher a sua alma e seu coração das mãos profanas que as tem.
E queimá-los cada vez mais!
Colocar fogo como uma vez já fizeram comigo.
Não perdoar quem interpelar o meu caminho.
Pois irei queimar todos.
Criarei uma chuva de fogo,
Para que no fim, tudo vire cinzas!


Nos meus sonhos você grita, mas não consigo escutar.
Foi atirada aos lobos em um fogo cruzado.
Mas eu, que sempre serei criticado pelos seus, vou fazer a diferença.
Neste fogo não serei atingido.
Sou a prova de balas e palavras.
Podem acabar comigo, mas farei todos sofrerem.
Pedras e paus podem me ferir,
Mas eu sei quebrar seus ossos.
Se mirarem em mim, todas as suas intenções irão ricochetear.
Pois sou feito de algo superior!
Sou a magia
Sou o fogo
Sou a vingança
E por fim, sou a justiça!

Visão celestial – O Legado

Nova Era selune01